Projeto R+, Equipamentos Amigos das Pessoas

Entidades subscritoras:

  • LIPOR - Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto
  • Associação Nacional de Municípios Portugueses
  • Otto Multiservei Soluções Ambientais, SA,
  • APA - Agência Portuguesa do Ambiente
  • Junta Metropolitana do Porto
  • Ordem dos Arquitetos - Secção Regional Norte
  • ACAPO - Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal
  • SPV - Sociedade Ponto Verde, SA
  • Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P.

Objeto:

Estabelecer, entre as entidades signatárias, as atividades a desenvolver, visando o estudo das condições associadas à deposição seletiva de resíduos por parte das pessoas com deficiência ou incapacidade, de forma a facilitar a sua participação, no caminho para uma cidadania plena.

Objetivos:

  • Debater o tema da funcionalidade e disponibilidade dos equipamentos de deposição de resíduos que abranja as pessoas com deficiências ou incapacidade, atentando, também na problemática da total acessibilidade a tais equipamentos; associar dois temas:
  • A separação de resíduos (e a reciclagem) e o seu fomento junto das pessoas com deficiências ou incapacidade;
  • Projetar e conceber o equipamento ideal suscetível de uma usabilidade total, incluindo portanto este público-alvo;
  • Testar a produção de equipamentos de acordo com as especificidades definidas;
  • Realizar experiência(s) piloto para testar o equipamento;
  • Diligenciar no sentido de que tal equipamento possa ser colocado na via pública;
  • Avaliar a adesão da população alvo e da população em geral à iniciativa.

Operacionalização:

A coordenação e gestão do Acordo será feita pelas Entidades que nele participam, que nomeiam os seus representantes, bem como um representante suplente para garantir as ausências ou impedimentos do primeiro representante.

Cada Entidade responsabiliza-se pelos respetivos custos que se verifiquem no âmbito do funcionamento do Acordo.