Detalhes da Notícia

18 de junho – Dia Mundial do Orgulho Autista

18/06/2020

O objetivo desta efeméride é afirmar e defender os direitos das Pessoas com Autismo - que possuem capacidades e características diferentes - à autonomia, qualidade de vida e inclusão, por forma a quebrar a visão negativa ainda existente.

Estes direitos estão reafirmados na Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

Segundo a Associação Americana de Psiquiatria, as Perturbações do Espectro do Autismo (PEA) são “ um síndroma neuro-comportamental com origem em perturbações do sistema nervoso central que afeta o normal desenvolvimento da criança.

Os sintomas ocorrem nos primeiros três anos de vida e incluem três grandes domínios de perturbação: social, comportamental e comunicacional”.

O dia mundial do orgulho autista celebra-se para conhecermos melhor as diversas faces do autismo: a que não consegue falar, a que não conseguiu aprender a ler, a que não consegue interagir, a que se irrita com barulhos, a que não se sente a vontade com estranhos, a que pela primeira vez brincou com os pais, a que consegue ficar na escola... enfim, ter orgulho de não esconder que o autismo é algo difícil de lidar, mas que não define quem a pessoa é. O que precisamos é aceitá-la com as suas limitações e reconhecer o seu potencial inato, incluindo aquela com espectro do autismo.

Esta data foi criada, em 2005, pelo Grupo ASPIES FOR FREDOM(AFF).

Mais informação em www.aspiesforfreedom.com