Prémio Praia + Acessível

O Prémio Praia + Acessível tem por objetivo distinguir as praias nacionais, costeiras ou interiores, que, tendo sido galardoadas com a bandeira Praia Acessível durante a época balnear, evidenciem as melhores condições de acessibilidade, constituindo-se, desse modo, como práticas de referência nacional, pela qualidade do usufruto da sua oferta de serviços e bem-estar que proporcionam às pessoas com mobilidade condicionada.

Lançado em 2009, este prémio anual é atribuído por um júri nacional composto por um representante de cada um dos organismos abaixo e por um representante do patrocinador da edição do concurso:

São atribuídos prémios aos 1º e 2º classificados, constituídos por equipamentos destinados a melhorar as condições de acessibilidade das praias vencedoras, podendo ainda o júri decidir atribuir uma menção honrosa.

Podem candidatar-se as Câmaras Municipais com zonas balneares classificadas como acessíveis no âmbito do Projeto "Praia Acessível, Praia para Todos", podendo cada município candidatar, em cada ano, apenas uma zona balnear, elegendo-a em função das condições de acessibilidade diferenciadas que apresenta.

As candidaturas ao Prémio devem ser remetidas ao Instituto Nacional para a Reabilitação, até ao dia 30 de setembro de cada ano, conforme previsto no Regulamento e de acordo com o Formulário de Candidatura.

Até à data, foram vencedoras neste concurso as seguintes zonas balneares:

2009 - O 1º prémio foi atribuído à Praia da Manta Rota (concelho de Vila Real de Santo António) e o 2º, à Praia da Comporta (concelho de Grândola).

2010 - O 1º prémio foi atribuído à Praia da Luz (concelho de Lagos) e o 2º, à Praia da Comporta (concelho de Grândola).

2011 - O 1º prémio foi atribuído à Praia da Comporta (concelho de Grândola) e o 2º, à Praia da Conceição (concelho de Cascais).

2012 - O 1º Prémio foi atribuído à Praia da Conceição (concelho de Cascais) e o 2º, à Praia de Miramar (Concelho de Vila Nova de Gaia), tendo sido, ainda, atribuída uma Menção Honrosa à Praia fluvial de Valhelhas (concelho da Guarda).

2013 - O 1º Prémio foi atribuído à Praia do Senhor da Pedra (concelho de Vila Nova de Gaia) e o 2º, à Praia da Luz (concelho de Lagos).

2014 - O 1º Prémio foi atribuído à Praia fluvial de Pampilhosa da Serra (concelho de Pampilhosa da Serra) e o 2º, à Praia da Luz (concelho de Lagos).

2015 - O 1º Prémio foi atribuído à Praia de Vilamoura (concelho de Loulé) e o 2º, à Praia fluvial de Fraga da Pegada (concelho de Macedo de Cavaleiros).

2016 - O 1º Prémio foi atribuído à Praia de Valadares Sul (concelho de Vila Nova de Gaia) e o 2º, à Praia fluvial de Avô (concelho de Oliveira do Hospital).

2017 - O 1º Prémio foi atribuído à Praia do Ouro (concelho de Sesimbra) e o 2º, à Praia fluvial de Fraga da Pegada (concelho de Macedo de Cavaleiros). Foi ainda atribuída uma Menção Honrosa à Praia fluvial de Monsaraz (concelho de Reguengos de Monsaraz).

2018 - O 1º Prémio foi atribuído à praia da Nazaré (concelho de Leiria) e o 2º, à Praia fluvial de Monsaraz (concelho de Reguengos de Monsaraz). 

2019 - O 1º Prémio foi atribuído à Praia fluvial de Monsaraz (concelho de Reguengos de Monsaraz) e o 2º, à Zona balnear dos Biscoito (concelho de Praia da Vitória). 

 

Prémio "Praia + Acessível" 2019

Prémio Praia + Acessível 2019 – divulgação de resultados

Já estão disponíveis os resultados da 11.ª edição do Prémio Praia + Acessível, que distinguiu as candidaturas de zonas balneares galardoadas pelo programa Praia Acessível – Praia para Todos! em 2019 cuja fundamentação evidenciou, perante o Júri, a disponibilização de melhores práticas de acessibilidade e apoio às pessoas com mobilidade condicionada durante a passada época balnear, acompanhada de uma divulgação ao público eficaz da oferta disponível.

O Júri Nacional foi constituído por representantes do Instituto Nacional para a Reabilitação, que preside, da Agência Portuguesa do Ambiente, do Turismo de Portugal, da Direção-Geral da Autoridade Marítima/ Instituto de Socorros a Náufragos, da Associação Bandeira Azul da Europa e da entidade patrocinadora do Prémio, este ano a empresa Mobilitec.

Foram validadas pelo Júri 14 das 15 candidaturas apresentadas:

ZONA BALNEAR MUNICÍPIO TIPO DE PRAIA

REGIÃO HIDROGRÁFICA /

REGIÃO AUTÓNOMA

Fraga da Pegada Macedo de Cavaleiros interior Norte
Pedras do Corgo Matosinhos costeira Norte
Sra. da Graça Lousã interior  Centro
S. Sebastião da Feira Oliveira do Hospital interior Centro
Reconquinho Penacova interior  Centro
Tocha Cantanhede costeira Centro
Centro - Sta. Cruz Torres Vedras costeira Tejo e Oeste
Foz do Lizandro Mafra costeira Tejo e Oeste
Monsaraz Reguengos de Monsaraz interior Alentejo
Ouro Sesimbra costeira Alentejo
Pego Fundo Alcoutim costeira Alentejo
Rocha Baixinha Nascente Albufeira costeira Algarve
Complexo Balnear Ponta Gorda Funchal costeira Madeira
Zona balnear dos Biscoitos Praia da Vitória costeira Açores

A não apresentação de memória descritiva pela candidatura não admitida (Praia do Carvoeiro, do município de Mação) constituiu motivo de exclusão, conforme previsto no n.º 3 do Artigo 9.º do Regulamento.

Após avaliação e notação das 14 candidaturas admitidas, com ponderação dos critérios que constam do artigo 12.º do Regulamento, o Júri deliberou, por unanimidade, atribuir o primeiro e segundo prémios às seguintes praias:

  • 1.º classificado - Praia fluvial de Monsaraz, do Município de Reguengos de Monsaraz
  • 2.º classificado - Zona balnear dos Biscoitos, do Município de Praia da Vitória

Deliberou ainda atribuir uma Menção Honrosa à Praia de Sta. Cruz-Centro, do Município de Torres Vedras.

A entrega dos prémios Praia + Acessível 2019 aos municípios vencedores terá lugar em 2020, em sessão pública a anunciar oportunamente.

 

Documentos disponíveis para descarregar: